Decoração

Visual Merchandising

SERVIÇOS

ÚLTIMOS POSTS

Google inaugura sua primeira loja física

A cada dia que passa, fica mais difícil para alguns colegas sustentarem o discurso apocalíptico sobre o final do varejo físico 😅


Amanhã a Google inaugura sua primeira loja física, em Manhattan. Nem a mais digital de todas abriu mão da experiência de experimentação e contato com o cliente que só uma loja física pode proporcionar.



A loja é super phygital, como não poderia deixar de ser já que estamos falando de uma nativa digital.




E foi projetada para ser uma experiência imersiva nos produtos e serviços da marca, a vitrine tem pequenos boxes que mostram produtos físicos e digitais.






A sustentabilidade do ponto de venda também foi uma preocupação da Google, que alcançou a certificação máxima LEED Platinum com o uso de energia e design ambiental.




As imagens de divulgação são da Google/ Paul Warchol

Gucci abre nova flagship em Tóquio

No próximo dia 29 de Abril, nessa sexta-feira, a Gucci abre sua nova flagship em Tóquio. Localizada no bairro nobre de Ginza, essa é a segunda loja da marca na cidade. 


O conceito da loja foi criado por Alessandro Michele, Diretor Criativo da Gucci, especificamente para essa loja da Rua Namiki e segundo a própria marca, não será replicado em outros endereços. 


A loja conta com três andares, dois já inaugurados, o primeiro dedicado ao público feminino e subindo as escadas todo o masculino. O prédio ainda tem mais um andar, que posteriormente será um espaço para personalização de alguns itens da marca.



Tanto o mobiliário da loja quanto as peças se coordenam lindamente, o excesso de estampas é atenuado com parede e chão em tom rosado neutro. Alguns materiais usados na loja, como o bambu das paredes, remetem a cultura japonesa e foram pensados exclusivamente para esse projeto.





No segundo andar da loja sai o rosa e entram os acabamentos mais sóbrios de madeira. O destaque fica por conta das molduras do teto e colunas.





O endereço ainda conta com uma Gucci Osteria que ainda não abriu, mas já tem a fachada mais linda e fotogênica possível assinada pelo artista japonês Yuko Higuchi que para a inauguração também assinou algumas peças da loja com edição limitada.  



Detalhe fofo da comunicação da entrada da loja, sinalizando o distanciamento e uso de máscara:



Browns inaugura loja com conceito phygital em Londres

Seguindo o post sobre varejo físico x varejo eletrônico e a importância das marcas começarem a pensar no phygital (o primeiro post é esse aqui) a Browns inaugura na próxima segunda-feira (12 de Abril) uma nova loja conceito em Londres.


A multimarcas de luxo, que pertence ao e-commerce Farfetch, traz um novo conceito de loja que mistura a experiência tecnológica com a conexão emocional do varejo físico. São quatro andares dedicados a moda feminina, masculina, acessórios e calçados, artigos para casa, jóias e relógios.




O edifício dos anos 70, também conta com um restaurante com área ao ar livre. Na área interna o restaurante resgata um pouco da história arquitetônica do prédio com o piso original de 1972. Todo o projeto é assinado pelo escritório de arquitetura Dimore Studio, de Milão.



A ideia é que o cliente possa ficar bastante tempo dentro da loja e que se sinta em casa (o que é possível notar pelo uso do carpete fofinho, nas almofadas e sofás que remetem ao decor de uma casa). Com esse novo projeto, a Browns pretende estreitar as relações com o consumidor de modo que a venda seja apenas uma das experiências da loja física.


A loja também possui um sistema integrado ao site, onde quando o cliente entra no aplicativo no modo loja é possível acessar suas preferencias e wish list (facilitando o atendimento da equipe de loja).


O cliente também pode experimentar roupas que não estão disponíveis na loja, usando realidade aumentada. Além de poder finalizar suas compras, sem a necessidade do check out comum, através de um link enviado pelo celular.


Imagens: Reprodução


La Medusa - A nova pop up store da Versace em Shanghai

 A Versace inaugura no próximo dia 11 uma Pop-up store no shopping Plaza 66, em Shanghai. 


Além da arquitetura da loja ser um grande coral rosa com a medusa em destaque, símbolo da marca, a pop up também propõe uma experiência imersiva. O chão da loja é uma grande onda e se mexe conforme os movimentos de quem está na loja.



A ação faz parte do projeto Medusa Power Talks, uma série de vídeos com convidadas e Donatella Versace falando sobre o poder feminino. A etapa chinesa do Medusa Power Talks e os eventos da pop-up acontecem junto com o Shanghai Fashion Week, que começa amanhã e segue com os desfiles até o dia 17 de Abril.



Histórias para vestir - O novo documentário de moda da Netflix

13:30

Dica de documentário de moda para o feriado de amanhã, a Netflix lançou hoje a minissérie documental baseada no livro Worn Stories, escrito por Emily Spivack. O documentário foi produzido por Jenji Kohan, criadora da série Orange is the new black.


No livro e na série Histórias para Vestir, as narrativas são feitas a partir de uma peça de roupa que possui valor sentimental ou que marcou de alguma forma a vida. Tem história de casaco perdido, gravatas confeccionadas pela avó e mais um monte de narrativas que mostram o quanto peças de roupa podem carregar sentimentos e lembranças.

Será que o varejo físico vai acabar?

Quantas vezes você já leu que o e-commerce vai tomar conta do varejo e que ninguém mais vai comprar no varejo físico? Eu escuto isso desde 2011 quando mudei pra São Paulo e comecei a participar de vários eventos de varejo e tendências.

Estamos em 2021, em meio a uma pandemia que já dura um ano, e eu aposto que você tá lendo esse post e pensando em como é bom viver a experiência de ir até uma loja e fazer compras.

Se antes eu já escutava todas essas previsões bombásticas sobre as lojas físicas desaparecerem com uma certa descrença, depois desse último ano tenho certeza que nada substitui a experiência de uma ida a loja.



Sigo acreditando que o melhor caminho é a multicanalidade. O on e o off-line se complementam, as experiências são diferentes e a integração entre os dois ambientes é a melhor escolha para as marcas que já tem loja física.

E por que eu coloquei essa foto da vitrine da Zara com tela azul? Pra lembrar que nunca podemos contar com apenas um canal de venda e divulgação, porque em algum momento o cenário muda ou algum problema acontece e a gente depositou os esforços em um canal só.

Foto: Reprodução (LinkedIn)

Bottega Veneta lança revista digital trimestral

12:43

A Bottega Veneta acaba de lançar sua revista digital trimestral. Alguns meses depois de deixar as redes sociais, a marca lança um compilado de imagens e vídeos que mostram seus produtos imersos em muita arte.


Junto com a revista, praticamente um manifesto na legenda do CEO da marca “sobre a importância de explorar um ritmo mais lento no consumo da cultura hoje”.



A gente sabia que algo estava por trás da saída da Bottega Veneta das redes, mas vocês imaginavam que era uma revista? Para acessar todo o conteúdo, é só entrar aqui 




Destaques do desfile | Raf Simons - Inverno 2021/22

21:42

Nessa semana Raf Simons (que também diretor criativo da Prada) apresentou sua coleção homônima de Inverno 2021/2022 na Bélgica, seu país natal.

Modelagens amplas seguem sendo o ponto alto das coleções de inverno, com Raf Simons não foi diferente. Os maxi casacos bem fofinhos em tecidos tecnológicos aparecem em tons discretos, enquanto os blusões apareceram super coloridos e vibrantes.



A modelagem das mangas é tão maxi, que foi necessário desenvolver um acessórios para segurar as mangas. Ele é uma osada de mão que apareceu colorida e em metal segurando várias mangas durante o desfile.

As luvas foram outro acessório que apareceram muito nesses últimos desfiles de inverno. Todo o styling desse desfile ficou maravilhoso, nele a luva dá seguimento as mangas enormes dando um certo equilibrio para os looks.


Os corações, que foram pauta no início da semana, apareceram em brincos, anéis e colares. As etiquetas que aparecem no desfile ajudaram a dar foco nas palavras usadas como tema do desfile, mas fora da passarela ajudam a dar força para marca (é quase o mesmo racional do retorno dos monogramas que eu comentei no post das vitrines da Givenchy).
 
Copyright © Lab Conteúdo . Designed by OddThemes